30 de dez de 2010

Ministério libera verba para água da pingadeira e cala a boca da oposição de Macarani

Rio Paterão de onde será captada a água da Pingadeira
O Diário Oficial da União e o Portal de Convênios Federais SICONV divulgaram, nessa quinta-feira, 30 de dezembro, a liberação imediata de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) para a Prefeitura de Macarani, com vistas ao inicio da construção da Adutora de Água da Serra da Pingadeira. Trata-se da primeira das parcelas do convenio total de R$ 2.900.000,00 (dois milhões e novecentos mil reais) orçados para a obra. As demais parcelas serão liberadas à medida que a construção for caminhando. Os recursos já se encontram depositados na conta da Prefeitura de Macarani, no Banco do Brasil, e à disposição para que as obras sejam iniciadas pela empresa NORTSUL Construções Ltda., que venceu a licitação no primeiro semestre desse ano. “É o resultado de um esforço, de uma luta, de muito trabalho e seriedade da nossa administração ao longo desses dois anos de inicio de administração”, comemorou o prefeito Carlinhos ao receber a noticia e confirmar que o dinheiro já se encontra depositado no Banco do Brasil. “Essa luta encontrou pelo caminho vários obstáculos, como o descrédito de alguns, inclusive pessoas que, por sua posição política na nossa sociedade, deveriam levar esperança para a população e não ocupar a tribuna da Câmara Municipal para nos chamar de mentirosos, quando se referiam à Pingadeira. Como manda a lei, no primeiro dia em que a Câmara retornar de seu recesso, farei questão de encaminhar o Oficio dando ciência à Casa e, especialmente, àquele vereador, comunicando a liberação da verba, o inicio das obras, para que saiba que não somos mentirosos, mas mentirosos são aqueles que tentam de todas as formas denegrir a imagem publica daqueles que verdadeiramente trabalham para a população, ao invés de ficarem fazendo política da fofoca, do baixo nível, desejando sempre o pior para ver se ganham alguma coisa com isso, quem sabe um ou outro votinho a mais nas eleições”, desabafou o prefeito. Com a verba liberada, a Ordem de Serviço que foi dada para a empresa começar as obras em junho passado, já poderá ser cumprida pela Nortsul que deverá instalar aqui seu canteiro de obras já durante o mês de janeiro, informa o Secretario de Obras Juracy Fernandes. “A verba ficou paralisada no Ministério desde junho por causa do período eleitoral, que impede a transferência dos chamados recursos voluntários, como os dos convênios, entre o inicio da campanha e o resultado das eleições. Normalmente, depois desse período, há aquela fase de transição de um para o outro governo que tomará posse em janeiro, e isso atrapalha a tramitação dos processos nos Ministérios. Foi somente por isso que houve o atraso na liberação dessa primeira parcela, porque tudo o que dependia da administração municipal estava pronto. Agora não há mais volta. Liberados esses 1 milhão de reais, as obras serão iniciadas e, à medida que as diversas fases forem ficando prontas, serão liberadas as demais parcelas”, explicou o Corregedor Geral do Município, Edson Ribeiro.

0 Comente esta matéria: