10 de mai de 2011

Em Macarani saúde é levada a sério

Novo aparelho de eletrocardiograma comprado pela prefeitura
A prefeitura de Macarani, através da Secretaria Municipal de Saúde, ao contratar médicos especialistas para o atendimento à população, toma por base, históricos de agravos sofridos pela comunidade e das principais causas que levam a esses agravos. Os técnicos da secretaria preocupados em servir bem à população fizeram um levantamento no início da gestão do atual prefeito e constataram que o maior problema de saúde da população do município era a Hipertensão Arterial e, por conseguinte, suas consequências.
Com a finalidade de reverter esse quadro intensificou o programa Hiperdia, onde todos os hipertensos são cadastrados, pois é com base nesse cadastro, que os governos estadual, federal e municipal investem na compra de medicamentos, que são distribuídos gratuitamente, a cada três meses, aos pacientes que sofrem com este agravo. Entretanto, Macarani foi bem além, pois intensificou também junto com os PSFs e a população, um trabalho de conscientização quanto ao uso racional desse medicamento, a importância de uma alimentação saudável, assim como, bons hábitos de uma vida não sedentária. E culminando com essas ações contratou um especialista em Cardiologia, Dr. Clériston Costa, que atende quatro dias por mês, perfazendo um total de 160 consultas mensais. Todos os pacientes também são submetidos a um eletrocardiograma com laudo, antes da consulta e, para melhor precisão dos resultados, o prefeito Carlinhos autorizou a compra de um moderno aparelho do gênero, utilizando-se de recursos próprios da prefeitura, e que já esta sendo usado no Hospital São Pedro. As consultas são agendadas nos PSFs, evitando assim que os pacientes enfrentem fila para a marcação. O exame é feito no consultório dão Hospital em dia e hora marcados, resultando em mais comodidade para o paciente. Na necessidade de exames mais especializados, a prefeitura efetivou convênio com a clínica CardioRitmo, de Vitória da Conquista, para onde são encaminhados os pacientes que necessitarem realizar teste de esforço, mapa, holter, ecocardiograma com dopller colorido, dopller das carótidas e vertebrais. Os exames são marcados na Secretaria, através da Central de Marcação, gratuitamente, para a população carente. Com todo esse empenho muitas vidas já foram salvas e, o principal, é a mudança positiva de postura da população frente a esse agravo. Vale ressaltar que, tanto os exames quanto o transporte dos pacientes, são pagos com recursos municipais.

0 Comente esta matéria: