1 de jun de 2011

Pacientes do CAPS I visitam parque da matinha em Itapetinga

Pacientes do CAPS em visita à Matinha
Nos últimos anos, o campo da saúde mental tem sido fortemente marcado pelo debate em torno do que se tem denominado reforma psiquiátrica. Antes de entender o significado desse conceito, é preciso saber o contexto no qual ele se desenvolveu. Até alguns anos atrás, a única e primeira opção para o tratamento das doenças mentais era a internação em hospitais psiquiátricos.
As condições às quais as pessoas eram – e são – submetidas nesses locais comumente não respeitam alguns dos direitos humanos, como liberdade de expressão e de ir e vir. O CAPS surge, então, como um serviço que institui as principais estratégias da reforma psiquiátrica, que são acolher os pacientes com transtornos mentais, promover sua integração na família e na sociedade, apoiá-los na busca de autonomia e proporcionar atendimento multiprofissional. Através de diversas estratégias, o atendimento nos CAPS - que são integrados ao Sistema Único de Saúde (SUS) - busca promover a reinserção completa do usuário em seu ambiente social e cultural, fazendo com que este possa se apropriar do território em que vive, ou seja, sua cidade. Dessa forma, propõe-se, a partir da reforma psiquiátrica, a ser um serviço substitutivo aos hospitais psiquiátricos. Macarani conta com o CAPS I, serviço de cunho comunitário, que oferece atendimento diário à adultos com transtornos mentais severos e persistentes, que nesta data é nacionalmente comemorada pelo movimento da reforma psiquiátrica como o dia da luta contra os manicômios é momento de refletir sobre a violência e o preconceito que muitas destas pessoas ainda sofrem, de discutir os impasses da reforma psiquiátrica para o seu avanço e consolidar essa nova rede. Assim, para lembrar o Dia Nacional da Luta Antimanicomial, os dispositivos de saúde mental da cidade de Macarani proporcionaram aos seus usuários um momento social e cultural, no Parque da Matinha em Itapetinga, juntamente, com a equipe.

0 Comente esta matéria: